top of page

Informação Completa

ASSÉDIO SEXUAL E ASSÉDIO MORAL SÃO CRIMES


Imagem: Info.Revolução

"Nós do Mandato Coletivo estamos aqui no CRAS da Terra Firme em um ato protestando contra a transferência e a lotação de um assediador, caso comprovado nesse CRAS, local onde já tinha sido transferida e trabalha a vítima do assediador sexual com promoção no CRAS do Barreiro, onde ela trabalhava. A FUNPAPA foi omissa e prejudicou ainda mais a vítima, promovendo mais uma violência contra essa servidora.
É inaceitável que a Prefeitura de Belém não reconheça os assédios moral e sexual como crimes hediondos. Queremos parabenizar o SINTSUAS pela iniciativa de apoio à vítima", disse a Vereadora Professora Silvia Letícia, na manhã desta quarta-feira (24) em ato público em frente ao CRAS da Terra Firme, em Belém do Pará.

Imagem: Info.Revolução

Ainda na terça- feira (23), o Mandato Coletivo manifestou repúdio sobre a ocorrência dos fatos.

" Repudiamos veementemente qualquer forma de assédio sexual e moral, que não apenas viola os direitos humanos fundamentais, mas também mina a integridade e a dignidade de cada indivíduo."

Leia a Nota Oficial na íntegra.


Nós, do Mandato Coletivo da Vereadora Professora Silvia Letícia, expressamos nossa mais profunda indignação diante dos recentes eventos envolvendo o assédio sofrido pela servidora municipal da FUNPAPA, que merece nosso total apoio e solidariedade.

Diante dos fatos relatados no processo exigimos a imediata exoneração deste servidor.

Repudiamos veementemente qualquer forma de assédio sexual e moral, que não apenas viola os direitos humanos fundamentais, mas também mina a integridade e a dignidade de cada indivíduo.


Exigimos também que a servidora mantenha a sua presença no trabalho - lotação do CRAS - de acordo com as suas possibilidades de estudo e com acompanhamento psicológico necessário para ela possa tratar o trauma.


Acreditamos firmemente que é dever de todos combater ativamente o assédio em todas as suas formas, e nos comprometemos a apoiar a servidora durante todo o processo de denúncia e investigação.


Reiteramos nosso apoio incondicional à servidora e a todos os outros indivíduos que tenham sido vítimas de assédio. Estamos ao lado dela para garantir que seus direitos sejam protegidos e que ela possa trabalhar em um ambiente seguro e respeitoso.


Instamos as coordenações e diretorias a agirem com rapidez e rigor para investigar e punir os responsáveis por esses atos abomináveis.



Mandato Coletivo da Vereadora Professora Silvia - Um mandato coletivo a serviço dos servidores e servidoras públicas.

44 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page