top of page

Informação Completa

Silvia Letícia aborda greve de trabalhadores da Educação em Belém


Merendeiras, porteiros, administrativos e servidores de serviços gerais nas escolas. Esses são trabalhadoras e trabalhadores da Educação de Belém (PA), que fizeram 54 dias de greve pela primeira vez na história da categoria.


Com conquistas parciais e diante do brutal ataque do prefeito Edmilson Rodrigues (Psol), que cortou os salários dos servidores em greve, uma assembleia geral, em 31 de maio, definiu pela suspensão do movimento, com a condição da devolução dos salários aos trabalhadores e trabalhadoras.


Confira a entrevista de Silvia Letícia, integrante da Executiva Nacional da CSP-Conlutas.

15 visualizações0 comentário
bottom of page